A importância da alimentação na obstipação

A obstipação (conhecida como prisão de ventre) caracteriza-se por uma dificuldade na progressão regular das fezes ou na incapacidade total em evacuar. Leva a maior retenção de gases que provoca distensão e dor
abdominal. Pode afetar pessoas de qualquer idade, sendo mais frequente nas mulheres. É muito comum nos idosos devido a hábitos alimentares desadequados, sedentarismo e toma de alguns medicamentos. As causas são diversas, sendo a maioria temporárias e sem gravidade. Uma alimentação desequilibrada representa a causa principal. Sendo assim, adote alguns comportamentos para regular o trânsito intestinal:

– Estilo de vida mais ativo (ajuda a estimular os movimentos peristálticos intestinais);

– Horários e rotinas para ir à casa de banho (evite a retenção da vontade de evacuar);

– Ingerir água ao longo do dia (se não hidratar tornará as fezes mais secas e duras, agravando a defecação);

– Aumentar a ingestão de fibra;

– Incluir fruta (ex: ameixa, kiwi, papaia, maçã com casca) ao pequeno-almoço;

– Preferir cereais integrais (flocos de aveia e pão mais escuro);

– Ingerir regularmente sementes, frutos secos oleagino- sos; farelo de trigo e aveia e leguminosas, bem como iogurtes enriquecidos com probióticos;

– Aumentar a ingestão de sopa e legumes/saladas no prato.

Recorrer aos laxantes apenas em último recurso e sob acompanhamento médico, pois o seu uso abusivo e prolongado pode provocar inércia intestinal e criar dependência.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *