Associação Internacional dos Luso-descendentes quer luso-descendentes a estudar em Portugal

150

No âmbito da 1a fase do Concurso Nacional de acesso e ingresso no ensino superior, a Associação Internacional dos Luso-descendentes (AILD) lança um desafio aos candidatos emigrantes portugueses e familiares que com eles residam, para irem estudar para Portugal, beneficiando do contingente especial com 7% das vagas fixadas para esta 1a fase e, usufruindo também, de “um conjunto de enormes outras vantagens”.

“Há vagas inclusive para o curso de Medicina por esta quota especial”, diz uma nota da associação. A AILD lembra que “na 2ª fase já não existe essa quota”.

Para mais pormenores, ASSINE a edição online.