EMPRESA LUSO-AMERICANA DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM NEWARK ARRANCA 2022 COM CERCA DE 17 OBRAS EM MARCHA

Por HENRIQUE MANO | Jornal LUSO-AMERICANO

O sector da construção civil em Newark, no estado de New Jersey – uma fonte de rendimento com peso na comunidade portuguesa local, arranca o novo ano de 2022 de boa saúde. E recomenda-se, a avaliar pelas declarações do empresário minhoto António Pereira, co-proprietário e CEO da firma ‘Concrete Systems’.

“Neste momento estamos envolvidos em cerca de 17 obras que decorrem ou vão iniciar em breve, para além de mais algumas secundárias em fase de conclusão”, afirma António Pereira. “Apesar de estarmos em pleno inverno, período em que geralmente a actividade neste sector abranda, temos cerca de 350 homens no activo. As expectativas para este ano que agora começa parecem ser boas, com muitos contactos a fazerem-se e novas obras a arrancar.”

FOTO: Jornal LUSO-AMERICANO | O empresário Tony Pereira no seu gabinete de trabalho em Newark

O empresário, contudo, lamenta a escassez de materiais de construção, “o que, por conseguinte, inflaciona os preços dos mesmos, criando uma uma situação difícil de gerir. Para não interrompermos as obras em curso, somos obrigados à aquisição de materiais essenciais ao preço actual de mercado. Penso que isto tem de melhorar e vai mesmo melhorar.”

A ‘Concrete Systems’ é propriedade de uma sociedade a quatro de emigrantes oriundos todos da mesma região de Portugal – o Minho; a António Pereira, juntam-se os irmãos Albino, António e Manuel Cerqueira. “Já estamos juntos há bastantes anos nesta caminhada”, nota o CEO António Pereira, que conta ainda com a colaboração do filho, Tony Pereira Jr., na gestão do negócio. “Há um ano e tal que trabalha comigo. É uma grande ajuda: uniu-se à empresa de livre vontade, uniu-se aos trabalhadores e clientes e, apesar de só ter 22 anos, cada vez dá mais provas de empenho e dedicação. Tenho muito orgulho dele e do progresso que demonstra, dia após dia.”

FOTO: Jornal LUSO-AMERICANO | O edificio-sede da ‘Concrete Systems’, no Ironbound

Voltando à escassez de materiais de construção, vitais ao sector, António Pereira lembra que a situação “pode afectar bastante a nossa actividade e, sobretudo, a capacidade de manter saudáveis os nossos rendimentos. Não é fácil gerir uma companhia como a nossa com a inflação a colocar os preços a uma média de 20% acima do normal. No entanto”, ressalva, “nós estamos com os pés no chão e unidos para continuar em diante.”

O empresário de New Jersey acrescenta: “Gostaria de ver os organismos de protecção ao consumidor e a própria administração implementarem medidas mais eficazes de combate à inflação.”

A obra de maior dimensão em que a ‘Concrete Systems’ está presentemente envolvida, responsável por toda a componente de cimento, é a 55 Union Street, o maior edifício residencial do Ironbound, com 12 andares e 403 apartamentos no segmento luxo. “Newark é uma cidade que está a evoluir cada vez mais e, nos próximos tempos, muitos outros serão os edifícios a levantarem-se do chão”, diz António Pereira. “Newark continua a crescer e a fazê-lo na direcção certa.”

FOTO: Jornal LUSO-AMERICANO | António Pereira conta ainda com a colaboração do filho, Tony Pereira Jr., na gestão do negócio. “Há um ano e tal que trabalha comigo. É uma grande ajuda: uniu-se à empresa de livre vontade, uniu-se aos trabalhadores e clientes e, apesar de só ter 22 anos, cada vez dá mais provas de empenho e dedicação. Tenho muito orgulho dele e do progresso que demonstra, dia após dia.”

O empresário de construção civil tem ainda uma palavra de apreço para com as centenas de funcionários que trabalham para a sua firma, incluindo incontáveis sub-empreiteiros, “ao longo de todos estes anos, por quem temos muita consideração e que, estando connosco nos bons e nos menos bons momentos, são parte do êxito que temos conseguido alcançar. Tem valido a pena todo o sacrifício e, quem sabe, um dia chegaremos aos 500 empregados.”

‘CONCRETE SYSTEMS’

• Criada há 22 anos, a empresa actua na chamada região ‘TriState’, a envolver três estados de importância fundamental: New Jersey, Nova Iorque e Connecticut.

• Está preparada para efectuar todo o tipo de obra para estruturas em cimento, possuindo ainda equipamento de excavação e betoneiras para trabalho em cimento.

• António Pereira é natural de Arcos de Valdevez e vive desde 1986 nos Estados Unidos. Radicou-se numa fase inicial no condado nova-iorquino de Westchester, onde trabalhou tanto no sector da construção como no da restauração (teve o ‘Lisboa à Noite’, em Ossining).

• A ‘Concrete Systems’ foi a empresa de construção escolhida para acolher a visita da Secretária de Estado das Comunidades, Berta Nunes, em Junho passado, na sua passagem por Newark, pela sua dinâmica e notável crescimento.