O Euro2020 de futebol não resistiu à pandemia de Covid-19 e foi adiado pela UEFA para 2021, o que deixa Portugal, pelo menos, mais um ano como detentor do troféu.

A ideia ‘romântica’ do francês Michel Platini, que, quando liderava a UEFA, decidiu alargar este Europeu para 12 cidades de 12 países diferentes, como forma de festejar os 60 anos da prova, terá que ser adiada, numa decisão que já era esperada pelo organismo que rege o futebol europeu, numa altura em que quase todos os campeonatos, incluindo o português, estão interrompidos, assim como a Liga dos Campeões e a Liga Europa. Tudo por causa novo coronavírus.

Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 20 de Março de 2020.