Bom-dia com o Luso-Americano. Veja aqui os tópicos do dia.

Comunidade

  • Residentes de Newark indocumentados já podem fazer o teste de COVID-19. A partir de ontem, 27 de Maio, no centro de testes da Ann St. School, residentes indocumentados podem aí aplicar para o cartão de identificação municipal e assim puderem fazer o teste. Um dos requerimentos é a comprovação de residência. Residentes nessa devem apresentar uma facturas comprovativa da sua residência na cidade e um documento de identificação dos seu país de origem. Os casos em Newark ultrapassam os 7 mil e o código postal 07105 é um dos mais afectados.
  • Estes fim-de-semana realizaram-se-ão múltiplas campanhas de apoio aos mais necessitados no Ironbound. Casa do Ribatejo, Casa do Minho e Barcuense em colaboração com a União dos Clubes e a cidade de Newark estarão na linha da frente.
  • Mais de 100 proprietários de lojas não essenciais submeteram o seu plano para reabertura em Newark, em menos de 48 horas desde que a cidade disponibilizou a aplicação.

EUA

  • Protestos violentos em Minneapolis e Louisville, Kentucky, na noite passada, à medida que as tensões sobre os recentes acontecimentos que resultaram na morte de um afro-americano aumentam. Um distrito policial em Minneapolis foi incendiado e sete pessoas foram baleadas em uma manifestação em Louisville.
  • O presidente Trump dois tweets sobre a situação. Um provocou o prefeito de Minneapolis por não ter controle da situação, enquanto o segundo usou a palavra racialmente acusada de “bandidos” (em todas as letras maiúsculas) e acrescentou: “quando o saque começa, o tiroteio começa”.
  • Os parisienses, irritados com as restrições do governo, adoptaram uma nova tradição relacionada com beber: a “apérue”, na qual pessoas se reúnem nas ruas da cidade) para disfrutar de bebidas antes do jantar.
  • O C.D.C. está sugerindo grandes mudanças nos locais de trabalho, incluindo verificações regulares de temperatura, mesas espalhadas e enceramento de áreas comuns.
  • Pela primeira vez em 124 anos de história, a Maratona de Boston foi cancelada. Os organizadores planeiam realizar uma corrida virtual em vez disso, com pessoas a correr as 26,2 milhas remotamente.
  • O programa de empréstimos para pequenas empresas ficará sem dinheiro em breve. Os 600 dólares semanais por semana em benefícios adicionais de desemprego expirarão no final de julho. E moratórias de despejo em muitas cidades estão a expirar. A crise parece que se vai agravar.
  • A reacção dos EUA à repressão da China em Hong Kong faz parte de “uma espiral descendente de ações e respostas” entre os dois países, segundo jornalistas a acompanhar a crise.
  • A oposição de republicanos e democratas progressistas levou os líderes da Câmara dos Representantes a elaborar um projeto de lei que renovaria alguns dos poderes do governo para integrar dados da Internet dos americanos durante investigações de segurança nacional.
  • 2,1 milhões de americanos submeteram pedidos de fundo de desemprego na semana passada.
  • Mercados: As acções caíram pouco antes do encerramento da bolsa de ontem, depois que o presidente Trump anunciou que realizará uma conferência de imprensa sobre a China hoje, o que pode aumentar as tensões.
  • A Amazon oferecerá empregos em tempo integral a 125.000 trabalhadores temporários contratados durante a pandemia.

Portugal

  • Portugal regista hoje 1.383 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que na quinta-feira e 31.946 infetados, mais 350, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela DGS.
  • Portugal ainda não respondeu ao aviso de Bruxelas sobre a possibilidade de ser alvo de procedimento de infração por violar leis comunitárias para direitos dos passageiros, dado defender ‘vouchers’ para viagens canceladas, apesar de o prazo ter terminado.
  • A Liga espanhola de futebol da próxima época, de 2020/21, deverá ter início em 12 de setembro, de acordo com o plano de trabalho em curso, disse hoje o presidente de ‘La Liga’, Javier Tebas.