Bom-dia com o Luso-Americano. Veja aqui os tópicos do dia.

Comunidade

  • Residentes de Newark indocumentados já podem fazer o teste de COVID-19. A partir de ontem, 27 de Maio, no centro de testes da Ann St. School, residentes indocumentados podem aí aplicar para o cartão de identificação municipal e assim puderem fazer o teste. Um dos requerimentos é a comprovação de residência. Residentes nessa devem apresentar uma facturas comprovativa da sua residência na cidade e um documento de identificação dos seu país de origem. Os casos em Newark ultrapassam os 7 mil e o código postal 07105 é um dos mais afectados.
  • Estes fim-de-semana continuam as campanhas de apoio aos mais necessitados no Ironbound. O Dança na Eira e o Newark Beira Mar vão organizar uma acção conjunta no domingo. Também no domingo a Casa do Ribatejo ma vez mais vai estar na linha da frente. As duas acções têm a colaboração da União dos Clubes e da cidade de Newark.
  • Na próxima segunda-feira, dia 8 de Junho vai decorrer no Sport Club Português uma reunião promovida pelo vereador Augusto Amador e pelo IBID com o objectivo de ajudar comerciantes a preencherem a sua aplicação para poder reabrir as suas portas na cidade de Newark. O início está programado para as 7 da noite.

EUA

  • Protestos violentos continuam um pouco por todos os Estados Unidos, se bem que menos violentos do que aqueles observados na noite anterior. A quantidade de violência, incêndios e saques diminuiu na noite passada, em relação ao caos das noites anteriores. Em vez disso, manifestantes pacíficos em muitas cidades desafiaram o toque de recolher e permaneceram nas ruas até altas horas da noite para protestar contra a violência policial.
  • Quase 10% dos homens negros na faixa dos 30 anos estão já conheceram a realidade de uma prisão nos Estados Unidos. As taxas de encarceramento de homens negros são cerca de duas vezes mais altas que as de homens latinos, cinco vezes maiores que as de homens brancos e pelo menos 25 vezes maiores que as de mulheres negras, latinas ou mulheres brancas. Um estudo recente dos economistas Patrick Bayer e Kerwin Kofi Charles descobriu que 27% dos homens negros nos primeiros anos de trabalho de suas vidas – entre 25 e 54 anos – não declararam ganhar um único dólar em 2014. O encarceramento, incluindo os efeitos posteriores, foi um dos principais motivos.
  • Dados avançados pela cidade de Minneapolis referem que a polícia da cidade usou força contra residentes de cor numa percentagem 7 vezes maior em relação. Residentes brancos durante os últimos 5 anos.
  • No seu primeiro discurso fora de sua casa desde o bloqueio do coronavírus, Joe Biden comparou a linguagem do presidente Trump à dos racistas do sul da década de 1960. “Não podemos deixar nossa raiva nos consumir”, disse Biden.
  • O ex-presidente George W. Bush elogiou manifestantes pacíficos. Ele disse que ele e sua esposa, Laura, estavam “angustiados pela brutal sufocação de George Floyd e perturbados pela injustiça e pelo medo que sufocam os Estados Unidos”.
  • Mark Zuckerberg, CEO do Facebook confirmou a sua decisão de não remover ou sinalizar os posts inflamatórios de Trump. Alguns funcionários do Facebook estão em revolta aberta por causa da decisão.
  • Uma investigação da Times explica como o Centro de Controle e Prevenção de Doenças falhou na sua resposta ao coronavírus, deixando o país sem testes adequados no início da crise.
  • O Bank of America vai doar 1 bilhão de dólares nos próximos quatro anos para ajudar projectos. de apoio ao problema da desigualdade racial e económica.

Portugal

  • Portugal regista hoje 1.447 mortes relacionadas com a covid-19, mais 11 do que na terça-feira, e 33.261 infetados, mais 366, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela DGS.
  • Jorge Jesus vai permanecer mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021, anunciou hoje o treinador português de futebol na sua página no Instagram.
  • O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou hoje esperar que haja “uma boa notícia” em agosto sobre futebol internacional em Portugal, mas alegou que não lhe compete fazer esse anúncio.
  • As propostas apresentadas hoje pela Federação Portuguesa de Ciclismo para a realização da Volta a Portugal foram “bem acolhidas” pela Direção-Geral da Saúde, que posteriormente emitirá um parecer sobre a viabilidade da prova no âmbito da pandemia da covid-19.