“SÓ TEMOS UMA SOLUÇÃO POSSÍVEL: CUMPRIR COM TODO O RIGOR AS INSTRUÇÕES DADAS PELAS AUTORIDADES AMERICANAS”

199

Afirma Cônsul Ad-Honorem de Portugal em Palm Coast, FL

Em “comunicado urgente” que fez veicular nas redes sociais e na edição de hoje do bissemanário LUSO-AMERICANO, o Cônsul Ad-Honorem de Portugal na cidade de Palm Coast, Flórida, lembra que “o momento é difícil para todos e eu não fujo à regra”. E deixa como repto: “Só temos uma solução possível: cumprir com todo rigor as instruções dadas pelas autoridades americanas.”

Caesar DePaço, que encerrou o serviço ao público do Consulado Ad-Honorem de Portugal em Palm Coast em conformidade com o que solicitam as autoridades portuguesas e norte-americanas, vai mais longe e pede mesmo uma mudança de comportamentos. “Sei que a nossa comunidade ainda está com hábitos que tinha antes desta pandemia. Por favor, temos de alterar esses hábitos, estamos perante uma situação crítica e muito séria. Um flagelo”, apela.

Fachada do edifício na cidade de Palm Coast, FL, onde funciona o Consulado Ad-Honorem de Portugal (agora encerrado ao público até ordem em contrário)

❝PEÇO-VOS ENCARECIDAMENTE QUE FIQUEM EM CASA, QUE ESQUEÇAM TOMAR O CAFÉ COM OS AMIGOS DE SEMPRE, QUE EVITEM MULTIDÕES E AGLOMERADOS DE PESSOAS❞

➫Caesar DePaço,

Cônsul Ad-Honorem de Portugal em Palm Coast

O Cônsul Ad-Honorem sublinha que “esta pandemia muda o paradigma do nosso modo de viver, o meu também e do mundo”, acrescentando: “Peço-vos encarecidamente que fiquem em casa, que esqueçam tomar o café com os amigos de sempre, que evitem multidões e aglomerados de pessoas. Temos de proteger as nossas famílias e as famílias dos outros.”

A fazer eco de todas as directrizes governamentais, Caesar DePaço lembra que “o isolamento familiar é imperativo, cuidemos uns dos outros.”

A finalizar, diz: “Em caso de sintomas, contactem as autoridades. Vamos mostrar que somos portugueses, que somos responsáveis.”

O Consulado Ad-Honorem de Portugal em Palm Coast é o único posto da rede consular a sul de Washington, DC ao serviços a milhares de portugueses naquela região dos Estados Unidos, contando mesmo com um funcionário do MNE ao seu serviço.